Bebe Rexha diz que amaria fazer uma turnê mundial em 2019!

Durante uma entrevista para a revista Schon, Bebe Rexha falou sobre o Expectations, “Meant to Be”, indústria musical e mais!

Confira a tradução e as fotos do photoshoot para a revista:

Veja todas as fotos clicando aqui

A fabulosa Bebe Rexha faz parte do futuro da música pop. No passado, ela nos cativou com letras de sentir no coração, nos deu hinos do pop, nos deixou admirado com sua música ao vivo e nos entreteu com suas atitudes sem remorso. Rexha, que não é uma estranha para os charts, ficou famosa com seus EPs All Your Fault: Pt. 1 e 2 e é o gênio por trás dos hits “The Monster” e “Me, Myself & I”. Muitas pessoas estavam esperando pela terceira parte do All Your Fault, mas ela sente que é hora de lançar seu álbum de estreia: Expectations, que será lançado no dia 22 de junho.

“A indústria musical mudou,” Explica Rexha. “Quando lancei o All Your Fault, era sobre singles, e lançar um álbum inteiro não me parecia o certo a ser feito no momento. Agora eu acho que é o momento perfeito para eu lançar meu álbum; faz sentido por quem eu sou como artista e onde estou em minha carreira.” Esse ano, a carreira de Bebe explodiu com o sucesso estrondoso de Meant to Be que alcançou a posição número #2 na Hot 100 e ultrapassou 439 milhões de visualizações no YouTube.

O lançamento do Expectations certamente define uma nova era para Rexha. “Esse álbum mostra que tipo de artista eu realmente sou. Peguei tudo que me influenciou na minha vida, os artistas que me inspiraram musicalmente e criei um álbum honesto e real.” Para quem comprar o álbum na pré venda, Bebe ofereceu um pouco do que estar por vir com o hino “Ferrari” e “2 Souls On Fire” feat. Quavo. Mas Bebe prometeu que não é a única colaboração que teremos. “Tem algumas, eu quis manter sobre mim. Eu amo muito minha colaboração com Tory Lanez na música “Steady””.

A cantora e compositora contou sobre a colaboração com Lanez um mês atrás via Instagram, o que deixou os fãs completamente animados. Rexha disse que “adoraria colaborar com Destiny’s Child se elas lançarem outro álbum.” O último Coachella ganhou muita significância para Bebe depois que ela se apresentou com o Eminem apenas horas depois de aparecer no ACM Awards. Ela cantou a música que escreveu há 5 anos atrás, The Monster. “Foi incrível, nunca tive a chance de conhecê-lo antes disso e depois eu estava cantando para todas aquelas pessoas no Coachella… me disseram que Rihanna estava na multidão, espero que ela tenha gostado do que eu fiz.” The Monster tem um lugar muito especial no coração de Bebe Rexha. “Na época foi muito difícil desistir da música. Eu sabia quando escrevi que era uma grande música mas foi necessário para as pessoas me levarem a sério como compositora. Compor é muito importante para mim, como artista e como pessoa; é como terapia para mim.”

“Chamei o álbum de Expectations porque sinto que todos temos expectativas de como nossas vidas serão, aonde estaremos em certo ponto e o que queremos da nossa vida. Vocês acham que eu pensei que uma garota de Nova York teria um hit pop country? Não! Nunca, mas esse é o ponto. Não sei, eu só fui e dei meu melhor, e fomos sortudo por criar essa música incrível. É raro uma música ir bem nos charts pop e country ao mesmo tempo. Nunca pensei que teria um hit country mas me sinto muito sortuda por ser bem recebida pela comunidade country.”

“Ser de NY me influenciou como pessoa e musicalmente. Acho que o pessoal de NY sabem o que querem e não tem medo de alcançar os objetivos. Eu nunca quero ficar presa em uma caixa. Quero estar apta pra fazer o que parece ser certo e verdadeiro para mim, então pra onde isso me levar, eu irei.”

Ela está quebrando barreiras misturando os gêneros. Mas além disso, Rexha disse no passado que música é sobre fazer as pessoas não se sentirem sozinhas. “Com minha música, sempre sinto que é importante fazer com que meus fãs sintam que não estão sozinhos, Acho que na vida em geral, é bonito mas difícil às vezes. Se eu conseguir fazer com que alguém fique melhor com 3:30 minutos, eu fiz meu trabalho.”

Bebe foi ao Twitter dizer que está cansada de ser definida por números. “Números não nos define, amor sim. Nos amar, ter paz e descobrir o que nos faz feliz é o que importa.”

Por agora, a felicidade de Bebe está em sua música, letras e nos seus fãs que esperam por seu álbum esse mês. Bebe diz: “Eu amaria fazer uma turnê mundial em 2019.”.

Deixe uma resposta