Todos os posts em Entrevista

Postado por: Redação
Texto por Amanda Sena.

“Se eu fosse colocada em uma situação em que eu sentisse que não tinha o controle criativo, eu simplesmente deixaria, não importa o tamanho da pessoa.”

Durante uma entrevista para a revista Euphoria, Bebe Rexha falou sobre controlar sua carreira, o que é difícil para as mulheres jovens na indústria da música.

“Se eu estou em uma situação onde não há esforço colaborativo e alguém me diz o que fazer, eu estou fora. Eu estive em situações muito estranhas, onde eu pareci uma idiota por ter me afastado de um grande produtor porque eu não quero que eles me digam quem eu preciso ser.”

Bebe também lembrou de quando se mudou para Los Angeles e como os produtores queriam classifica-la apenas como compositora após escrever hits para Eminem, Selena Gomez e Nick Jonas.

No entanto, ela está feliz por ter se mantido firme e continuou a escrever e cantar, mostrando o sucesso de “Meant To Be” como prova de que pode fazer as duas coisas.

“Eu acho que Meant To Be é uma daquelas situações muito especiais ‘para não parecer brega’ mas foi escrito nas estrelas. E tão diferente e inesperado, e eu acho que as melhores coisas da vida são inesperadas. Eu sabia que era uma música especial, mas não sabia que seria tão grande assim” disse Bebe.

A parceria com Florida Georgia Line permanceu no topo das paradas de música country por mais de 40 semanas seguidas, e Bebe Rexha foi indicida ao Grammy Awards 2019 na categoria “Best New Artist” e na categoria “Best Duo Country Performance”

Tradução: Equipe Rexha Brasil | Fonte

Postado por: Douglas Teles

O pop se uniu para o single de Rita, Girls, e eles se juntaram novamente para trazer a atenção para o projeto de Bebe, que ela espera encorajar as mulheres do setor a ajudar e apoiar umas as outras, especialmente aquelas meninas no início de suas carreiras.


Bebe teve a ideia de criar ‘Women In Harmony ‘ a partir de suas próprias experiências no negócio quando ela estava começando aos 19 anos, como ela gostaria de ter uma mentora para ajudá-la a lidar com as dificuldades.

A cantora americana de 29 anos disse: “Eu comecei o ‘Women In Harmony’ porque quando eu entrei no negócio de música comercial, na tenra idade de 19 anos, a única coisa que eu gostaria de ter era uma mentora, que poderia me ajudar através das dificuldades e me ajudar a descobrir o negócio e me orientar. ‘Women In Harmony’ é uma celebração do sucesso das mulheres no campo criativo do negócio da música, e crucialmente é um ambiente onde as mulheres podem se sentir seguras sendo vulneráveis ​​e onde eles podem encontrar suporte emocionalmente neste negócio muito competitivo. ”

E Rita, 27 anos, queria se envolver com o projeto de sua amiga Bebe porque ela se lembra de ter se perdido quando começou sua carreira aos 18 anos.

A estrela britânica disse: “Eu assinei meu primeiro contrato com 18 anos e, como muitos outros. das mulheres criativas de sucesso e dos artistas do ramo, a oportunidade que se apresentou para mim exigiu que eu me mudasse para Nova York.Foi solitária e assustadora às vezes, embora eu tivesse uma equipe de gerenciamento feminina para me apoiar, Eu não tinha a amizade e a orientação de criativas femininas.Quando ouvi de Bebe sobre sua ideia para o Women In Harmony, e minhas amigas me contaram sobre seu evento em Los Angeles, achei que foi uma iniciativa brilhante e queria me envolver e ajudar a apoiar Bebe

“Como mulheres nesta indústria, é importante que nos apoiemos e nos unamos. Eu disse a Bebe que, quando ela vir a Londres, eu adoraria organizar um jantar para ela apoiar sua iniciativa. Então, aqui estamos nós. Eu Estou tão orgulhosa de Bebe e todas as mulheres aqui. Bebe me disse seus planos para o Women In Harmony e ela pode contar comigo pelo meu apoio. Estou muito feliz por estar aqui esta noite.

Bebe e Rita se juntaram na noite por uma série de outras músicas, incluindo Ray BLK, ex-membro do Girls Aloud Nicola Roberts, Kara Marni, Nadine Samuels, Amy Wadge e Lucy Pawws, entre outras.

Bebe tem grandes planos para a iniciativa e seu objetivo de longo prazo é que o Women In Harmony inclua mulheres que trabalham em diferentes partes do mundo da música, não apenas artistas e criativos.

O hitmaker “Em nome do amor” disse: “No momento, é uma organização de bebês que apóia minha comunidade, mas eu gostaria de incluir outras mulheres que desempenham papéis diferentes no negócio. Quero combinar mulheres começando com aqueles de nós que tiveram algum sucesso, para que novos compositores, cantores, produtores, engenheiros possam ser apoiados e inspirados através dos desafios que enfrentarão. Primeiramente, embora esta noite seja uma celebração, é uma noite construída apoiando uns aos outros, unidade , networking, escrever músicas e música. Somos uma comunidade! Uma comunidade de mulheres fortes no ramo da música criativa. ”

Postado por: Redação

Após a polêmica envolvendo Bebe Rexha e Aquaria, participante do reality show RuPaul’s Drag Race, a drag finalmente esclareceu o ocorrido.

Lembrando que a confusão começou por causa desse tweet de Bebe Rexha:

“Conheci algumas participantes do RuPaul’s Drag race e eu não estava de peruca e maquiagem, então elas não me reconheceram e foram frias, af.”

Algumas horas após o tweet, a drag Aquaria começou a curtir tweets de ódio relacionados a Bebe Rexha. Durante uma entrevista ao Entertainment Tonight, ela voltou a falar do assunto, mas, dessa vez, para esclarecer.

“Eu não tive problemas com ela além daquele comentário. Nunca fui uma dessas fãs loucas que ficam “quem é ela?” “não a conheço” “odeio a sua música”. Não acho que enterramos a briga oficialmente, mas eu estou de boa com ela. Eu tenho certeza que ela está de boa com a gente. Eu sou uma grande fã de seu novo álbum Expectations. Álbum fabuloso, amamos Ferrari e Mine. Eu ouço nas minhas viagens de avião, acho que é o primeiro anúncio público dizendo que amamos o novo álbum da Bebe Rexha. Tenho certeza que ela é uma garoto querida. Foi só aquele momento que eu fiquei: ‘ah não’. Então sim, considerem a briga enterrada.”

Assista a entrevista completa:

Postado por: Bárbara Ianhes

A revista Flaunt falou com Bebe Rexha sobre seu álbum de estreia, Expectations, a importância de manter o controle criativo e ainda ter esses momentos de ‘me beslica’. Continue lendo »

Postado por: Redação

A música “Meant to Be”, de Bebe Rexha e Florida Georgia Line, está prestes a bater o record no topo do Billboard Hot Country Songs por estar nos charts pela 34ª semana consecutiva. A música está no ranking desde o seu lançamento.

O Hot Country Songs, que une streaming, airplay e vendas, a música empata com “Body Like a Back Road”, de Sam Hunt, que ficou exatamente 34 semanas no topo em 2017, o que foi um marco histórico nos charts do gênero.

“Meant to Be”, lançada pela Warner Bros./Big Machine Label Group, foi escrita por Tyler Hubbard do FGL (o duo inclui Brian Kelley), com Bebe Rexha, Josh Miller e David Garcia. Hubbard falou para a Billboard que “Meant to Be” soou única quase que imediatamente após a sessão de composição. “Fico seguro em dizer que todos nós sentimos que havíamos feito algo especial quando saímos do estúdio naquela noite,” ele diz. “Mas é mais do que apenas especial. Não temos dúvidas de que essa música foi guiada pelo melhor escritor que existe, Deus. Com cada surpresa inesperada na história de “Meant to Be”, Deus se mostrou ainda mais forte nesse gênero do que em qualquer outra tradição ou gênero. Eu estou muito grato por fazer parte dessa música e mais animado todas as semanas que a música permanece no topo dos charts da Billboard.”

Bebe Rexha, diz: “Meant to Be foi muito inepserado, e eu estou começando a ver que isso é a melhor coisa da vida. Eu nunca imaginei que uma garota de Nova York como eu, que cresceu escutando música pop, entraria no mundo country. Eu tenho meus irmãos Florida Georgia Line e colaboradores para agradecer. Eles abriram o meu mundo e me ensinaram a acreditar.”

“Meant to Be” reina nos streamings country pela 30ª semana (com 15.2 milhões de screamings nos EUA, de acordo com Nielsen Music) e está em #6 no Country Digital Song SALES (12.000 cópias vendidas). “Meant to Be” também ficou no topo do Country Airplay chart no dia 28 de abril. Sendo promovida nas rários country e pop, também ficou no topo da Adult Pop Songs por duas semanas e em todos os gêneros radiofônicos por cinco vezes consecutivas.

Fonte | Tradução: Rexha Brasil. Dê créditos!

Postado por: Redação

Bebe Rexha abriu seu coração para a Rolling Stone. Ela falou sobre o início de sua carreira e sobre a jornada percorrida até o lançamento de seu álbum de estreia, Expectations.

Confira a tradução completa:


Antes de atingir o top 10 com “Meant to Be”, a cantora escreveu “The Monster” e participou de um projeto com Pete Wentz. Agora ela está lançando seu primeiro álbum.

Um dia, enquanto trabalhava com um homem no estúdio, Bebe soube que não aguentava mais.

Seu parceiro na sessão estava tendo problema com ProTools. Bebe sabia como usar o programa e ofereceu ajuda.

“Eu lembro de estar em uma sessão e disse, ‘Hey, por que você não tenta isso?’ e ele me silenciou como se eu fosse nada, então eu levantei e fui embora. Ele era um artista muito grande na época, mas eu me recuso a estar perto de homens que fazem eu me sentir pequena.”

Em junho, Bebe finalmente lançou seu álbum de estreia, um álbum muito pessoal em que ela co-escreveu todas as músicas.

Durante a última década, ela estava por trás das câmeras, escrevendo smash hits. Ela queria muito o seu momento de brilhar, mas parecia que nunca chegaria.

Nascida no Brooklyn e criada em Staten Island, a filha de albaneses começou a compor quando tinha 8 e começou a levar a sério quando tinha 16. Ela cresceu ouvindo pop e R&B como Britney Spears, Destiny’s Child, Aaliyah e Keyshia Cole.

“Sempre gostei de música, tinha muito 80s porque eu estava escutando muito Swizz Beatz e Kanye West na época.” Ela fazia suas batidas para suas primeiras músicas.

Rexha e duas amigas começaram um girl group. “Nós ficávamos depois da escola por horas e implorávamos para nossos professores deixarem a gente ficar para compor. Não tínhamos outro lugar para nos encontrarmos, então nós sentávamos no auditório, escrevíamos as músicas e gravávamos em fita cassete. Era muito divertido.”

Um momento decisivo foi quando ela ganhou o prêmio de Melhor Compositora Adolescente em um evento do Grammy.

“Na época, eu pensava que música era só compor e cantar, minha primeira vez saindo do país sozinha foi com 19 e fomos para Dubai porque tínhamos um festival. Aquilo foi muito assustador para mim, mas é assim que você realmente aprende ao invés de ter pessoas dizendo para você o que vai acontecer.”

Rexha e Black Cards se separaram depois de uns anos, uma lição sobre as políticas da indústria e decepções. Ela começou do zero, dessa vez como artista solo. Ela começou compondo para outros artistas como Selena Gomez mas sua sorte chegou quando ela compôs para Eminem. Mesmo que Rihanna tenha cantado o refrão, uma música número #1 que venceu um Grammy ajudou muito o currículo de Bebe Rexha. Simultaneamente ela começou a lançar singles que ajudaram a construir sua audiência como “I Can’t Stop Drinking About You” e “Hey Mama”.

Três EPs e inúmeros singles depois, Rexha finalmente lançou Expectations, um álbum que toca sua estrada para uma carreira estável no pop.

“Eu pensei no título Expectations durante anos, porque nada nunca vai como eu espero,” ela explica. Uma das maiores surpresas foi “Meant to Be”, sua colaboração country-pop de 2017 com Florida Georgia Line – originalmente lançada no EP All Your Fault: Pt 2 – e seu primeiro hit Top 10 como artista principal. A dominação da música tanto no rádio quanto nos streamings no último inverno inspirou Rexha a finalmente gravar seu álbum de estreia.

“Depois que eu lancei [o EP] All Yout Fault: Pt 2, eu fiquei tipo, ‘Ok, isso é louco, eu tenho um hit pop-country. É um pouco estranho, legal e maravilhoso.’ Esse mundo country me inspirou a escrever músicas que eu amo, então o projeto começou a se encaixar.”

Ela escreveu a maioria das músicas do álbum na banheira, inspirada por sua vida e suas experiências em relacionamentos nos últimos anos. Músicas como “Knees” e “I’m a Mess” são músicas empoderadas sobre romance e auto-estima, enquanto “Ferrari” é uma reflexão sobre como a sua ambição e careira a fizeram se sentir isolada (“Viver na pista rápida está ficando um pouco solitário,” ) ela canta no refrão.

“Eu não acho que você pode ter ambos,” ela diz sobre o balanço de sua vida romântica e sua carreira. “Para mim, é um ou outro. É música ou amor. Agora, é tudo sobre a minha música.”

A mesma regra serve para relacionamentos platônicos. “Não tenho muitos amigos,” ela admite. “Tenho poucas, mas fortes amizades. Facetime é a melhor coisa que já inventaram. É difícil, mas acaba dando certo.”

Para Rexha, ela encontrou intimidade com outras pessoas em estúdios, quebrando barreiras emocionais com colaboradores como Justin Tranter para fazer o álbum soar honesto e ser uma autêntica representação de sua vida.

“Acho que muitas das pessoas que eu trabalho passaram por alto na sua e eu me identifico com essas pessoas,” ela explica. “Todos nós temos uma espécie de bolha de proteção. A parede invisível. Eu me dou muito bem com pessoas que conseguem quebrar essa parede. Como você está escrevendo, todos na sala precisam estar transparentes em relação aos seus sentimentos para que uma boa música seja feita.”

Dessa vez, suas colaborações são de acordo com o que ela quer receber. Ela se estressou quando precisou procurar na indústria, experiências para o Expectations. “Eu fiquei em várias salas com vários homens e alguns deles não estavam nem aí, pra mim é tudo sobre arte,” ela diz. “Se eu sentia que estavam tirando vantagem de mim ou me desrespeitando, eu saia. Eu sou tipo, ‘Foda-se essa pessoa. Vou embora.'”

Mesmo com o álbum estando sob seu controle, Rexha não quer diminuir o ritmo. Ela quer voltar para o estúdio e lançar um projeto no inverno. Ela também quer voltar para Nashville para escrever e gravar, apesar de não ter outro projeto country no momento. “Tem vários compositores incríveis lá, eu gostaria de escrever música pop com eles,” ela diz.

Agora que a longa jornada para o lançamento de seu álbum de estreia acabou, Rexha diz que quer visitar Japão e Austrália pela primeira vez, aprender design de interiores para a sua nova casa em Los Angeles e, principalmente, ir para a estrada ver seus fãs. Ela está com as expectativas altas, mas mantendo a mente aberta.

“A vida irá te soprar na direção certa,” ela diz. Claramente, por experiência própria.

Tradução: Rexha Brasil. Dê créditos!

Status do site

Nome: Bebe Rexha Brasil
Online desde: –/–/–
Equipe: Veja toda a equipe
Versão: 5.0 por Gustavo Franco
Hospedagem: Flaunt.nu

O Bebe Rexha Brasil não possui contato direto ou por terceiros com a Bebe Rexha ou sua equipe. As imagens dispostas em nosso site não são de nossa autoria porém estão sendo utilizadas de forma inofensiva e sem fins lucrativos de forma legal. Caso necessite que algum material de sua autoria seja removido do nosso site, entre em contato conosco antes de tomar qualquer medida judicial.



Nossos últimos tweets

Estamos competindo com grandes fanbases, então ATENÇÃO: Podemos votar DEZ vezes postando o tweet: "My #TeenChoice for #ChoiceEletronicDanceSong is Call You Mine by @TheChainsmokers & @BebeRexha!" Podemos votar ILIMITADAMENTE dando RT nos tweets que estão com as tags. pic.twitter.com/t64EACXuMP

Cerca 37 minutos atrás from Bebe Rexha Brasil's Twitter


Publicidade



Bebe Rexha Brasil Todos os direitos reservados