Independent sobre o Expectations: “Bebe Rexha optou por longevidade ao invés de pop fabricado.”

A primeira review do álbum de estreia de Bebe Rexha, “Expectations”, está entre nós! Ela foi feita por Ilana Kaplan, do site inglês Independent. O álbum recebeu nota 4/5. Confira:


Bebe Rexha – Expectations

Melhores faixas: Ferrari, Knees, Shining Star, Grace

★★★★☆

A estreia de Bebe Rexha foi muito esperada no pop, ela não só escreveu “The Monster”, de Eminem e Rihanna e músicas do David Guetta e Selena Gomez, mas também lançou uma boa quantidade de hits solo nos últimos três anos, incluindo “I Can’t Stop Drinking About You”, “The Way I Are” e, mais recentemente, uma colaboração número um no country com Florida Georgia Line. Expectations é o acúmulo de oito anos de trabalho na indústria musical. Tem sido uma longa jornada para Bebe Rexha, que recebeu atenção pela primeira vez quando Pete Wentz a convidou para cantar em seu projeto Black Cards em 2010, onde ela passou dois anos de sua carreira.

Com três EPs substanciais lançados, é fácil esquecer que Bebe Rexha não tem um álbum lançado, já que ela vem entregando um conteúdo de ouro ultimamente. O primeiro álbum de Rexha é cheio de jogadas de pop imperfeitas, auto-depreciativas e que impelem os limites. Ela começa com a forte pegada cinematográfica de “Ferrari”, antes de se concentrar em suas imperfeições em “I’m A Mess”.

É claro que tem hits audaciosos como “I Got You” e “Self-Control,” apesar disso, Rexha experimenta coisas novas e “Shining Star”: um toque de salsa contando a historia de uma garota má que se apaixona. Também tem as músicas que focam em seus super vocais e a produção não é tão grande (“Grace” e “Pillow”), nessas ela revela o seu poder. “Eu gostaria de ler a sua mente/Ao invés disso preciso ler seus olhos,” ela canta em “Knees,” pedindo desesperadamente para se livrar de um relacionamento.

Enquanto o álbum poderia ter algumas músicas menores, Expectations é grande, o que não faz com que seja um hit atrás do outro e isso prova que Rexha optou por longevidade ao invés de pop fabricado.

1 comentário

Deixe uma resposta